domingo, 31 de maio de 2009

Pai! Afasta de mim esse Cálice...


Essa música foi composta por Chico Buarque e Gilberto Gil, no clima pesado de uma Sexta-Feira Santa para o show Phono 73, que a gravadora Phonogram (ex-Philips, e depois Polygram) organizou no Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo, em maio de 1973.

Como a Censura havia proibido a letra, os dois autores decidiram cantar apenas a melodia, pontuando-a com a palavra "cálice" - mas nem mesmo isso foi possível. Segundo relato do Jornal da Tarde, a Phonogram resolveu cortar o som dos microfones de Chico, para evitar que a música, mesmo sem a letra, fosse apresentada.

Fonte:

Livro: Tantas Palavras, Humberto Werneck & Chico Buarque, lançado em 1989, reeditado em 1995 e esgotado há muitos anos, o songbook '"Chico Buarque - Letra e música" converteu-se não apenas num sucesso de público como também na principal fonte de informação sobre a vida e a obra do compositor, p. 79 - 80.


video

sábado, 30 de maio de 2009

A vida para mim...


A vida não é uma vela curta para mim.
É um tipo de tocha esplendida,
a qual estou segurado pelo momento,
e quero fazer com que ela queime tão
brilhantemente quanto possível antes
de passá-la para as próximas gerações.

(George Bernard Shaw*)


*Foi um escritor, jornalista e dramaturgo irlandês, autor de várias comédias satíricas.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

"Meu" momento... NOW!!!


"A espécie de felicidade de que preciso
não é tanto a de fazer o que eu quero,
mas a de não fazer o que eu não quero."

(Jean-Jacques Rousseau)

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Presentes...


Oito bons presentes que não custam um centavo...

O PRESENTE ESCUTAR...
Mas você deve realmente escutar.
Sem interrupção, sem distração,
sem planejar sua resposta.
Apenas escutar.

O PRESENTE AFEIÇÃO...
Seja generoso com abraços, beijos,
tapinhas nas costas e aperto de mãos.
Deixe estas pequenas ações demonstrarem
o amor que você tem por família e amigos.

O PRESENTE SORRISO....
Junte alguns desenhos.
Compartilhe artigos e histórias engraçadas.
Seu presente será dizer,
"Eu adoro rir com você."

O PRESENTE BILHETINHO...
Pode ser um simples bilhete de
"Muito obrigado por sua ajuda"
ou um soneto completo.
Um breve bilhete escrito à mão
pode ser lembrado pelo resto da vida,
e pode mesmo mudar uma vida.

O PRESENTE ELOGIO...
Um simples e sincero,
"Você ficou muito bem de vermelho",
"Você fez um super trabalho"
ou "Que comida maravilhosa"
faz o dia de alguém.

O PRESENTE FAVOR...
Todo dia, faça algo amável.

O PRESENTE SOLIDÃO...
Tem momentos em que nós não queremos
nada mais do que ficar sozinhos.
Seja sensível à esses momentos e
dê o presente da solidão ao outro.

O PRESENTE DISPOSIÇÃO...
A maneira mais fácil de sentir-se bem
é colocar-se à disposição de alguém,
e isso não é difícil de ser feito.

(Texto: desconheço o autor)
Tradução Sérgio Barros

Mulher de sucesso...


Certa mulher estava voltando do trabalho quando viu um menino em frente a vitrine da loja de sapatos que ficava ao lado de sua casa. O garotinho, mal vestido e com sandálias velhas nos pés, estava sozinho. Com as mãozinhas sujas no vidro ele olhava de modo cobiçoso e sonhador para dentro da loja. A mulher foi cativada pelo olhar do garoto. Aproximou-se dele e perguntou: “O que você está olhando?”. O menino meio assustado, virou-se para ela e voltando o olhar para a vitrine, respondeu: “Estou pedindo a Deus que me dê um sapato”.

Então, aquela mulher pegou-o pela mão levou-o para sua casa. Tirou-lhe as sandálias, deu-lhe um banho, lavou-lhe os pés carinhosamente, enxugou-os com uma toalha macia, calçou-lhe um par de meias novas e levou-o no colo até a loja, para que escolhesse os sapatos que quisesse. Ela mesma calçou o menino que, levantando os olhos com lágrimas, perguntou: “Você é a esposa de Deus?”.

Tanta gente é impedida de ser abençoada por não saber dar, por ter um coração duro demais ou ainda por aceitar muitas desculpas para não fazer o que poderia fazer. Isso conduz ao fracasso. Uma mulher de sucesso, no entanto, é generosa nos
atos e nas palavras.


Fonte:

Extraído do Livro: 10 Atitudes de uma Mulher de Sucesso,
Silvana Pereira, Belo Horizonte (MG): Editora Atos, 2005 (7° Capítulo: Sunamita - Saber falar no tempo certo).

terça-feira, 26 de maio de 2009

Autenticidade...


Numa dada situação, em que alguém coloque
a Gioconda B ao lado da Gioconda A
que está exposta no Louvre,
poderemos dizer que a Gioconda B é falsa
somente se conseguirmos provar
que a Gioconda A é autêntica...
Dos falsos podemos nos defender muito bem,
basta ter claro o que é autêntico.


(Umberto Eco)



No fundo, do real em si não conhecemos nada.

(Claude Lévi-Strauss)


Fonte:
Extraído do Livro: O Ócio Criativo - Entrevista a Maria Serena Palieri, Domenico de Masi, 12° Capítulo - O Grande Trompe-l'Oeil.

Soneto de separação...


Soneto de separação
(Vinícius de Moraes)

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.

Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

(Oceano Atlântico, a bordo do Highland Patriot,
a caminho da Inglaterra, 09.1938)


Fontes:

* in Poemas, sonetos e baladas
* in Antologia Poética
* in Livro de Sonetos
* in Poesia completa e prosa: "O encontro do cotidiano"
* in Poesia completa e prosa: "Cancioneiro"
* Site Oficial: www.viniciusdemoraes.com.br/

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Sapateado - arte e paixão!!!

Sapateado é um estilo de dança, originalmente irlandesa, na qual os dançarinos fazem ruídos sincopados com os pés.

Sem registos históricos que possam precisar datas e locais, sabe-se muito pouco a respeito das origens do sapateado: algumas das suas primeiras manifestações datam de meados do século V.

A partir da década de 30 o sapateado ganhou força e popularidade com os grandes musicais, que contavam com a participação de nomes como Fred Astaire, Gene Kelly, Ginger Rogers e Eleanor Powell.

Fonte: pt.wikipedia.org/wiki/Sapateado

video

Ser bonzinho...


"A sociedade exige que sejamos bonzinhos,
mas quem é bonzinho o tempo todo
acaba enlouquecendo de verdade"

(O Sucesso é Ser Feliz - Roberto Shinyashiki)

domingo, 24 de maio de 2009

Música: Preciso de Você


Por Silvia Elena

Preciso de Você foi um sucesso do início dos anos 80. Tanto a letra quanto a melodia da música é de autoria de Paulo Maia.

Portanto, ela não é de Frank Aguiar, conforme consta em vários sites da Internet, ele apenas "regravou" esta música no Álbum: AS MELHORES DE FRANK AGUIAR, em 2004.

Procurei e achei a gravação original com Paulo Maia... Então, para quem quiser conhecer lá vai...


Preciso de Você
(Paulo Maia)

Essa tristeza toda dentro do coração
parece que não muda, até que passe a solidão
As pessoas não se falam mais
Por isso eu preciso de você demais
Eu preciso de você
Fique então comigo, preciso conversar
Eu busco um amigo, pois tá difícil de encontrar



video

Amar...


Amar é ter um pássaro pousado no dedo.
Quem tem um pássaro pousado no dedo sabe que,
a qualquer momento, ele pode voar.

(Rubem Alves)

Imagine...


"... Imagine all the people
Sharing all the world
You may say, I'm a dreamer
But I'm not the only one..."


(John Lennon - Imagine)

sábado, 23 de maio de 2009

Não existem casais perfeitos...


A maioria das pessoas supõe que, nas relações amorosas, todos devem concordar uns com os outros. Muitas ficam abaladas quando seus parceiros discordam delas e acabam agravando o erro ao tentar mudar a opinião deles.

Assim como duas pessoas são diferentes em todos os aspectos e não podem jamais se tornar idênticas, não existem casais perfeitos. A amizade significa perceber as diferenças, aceitá-las e continuar a amar e ser feliz.

Extraído do livro: Aprenda a escutar seu coração - Hugh Prather (autor do livro: Não leve a vida tão a sério).

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Letra interessante...


Crazy - Simple Plan
(Composição: Pierre Bouvier, Chuck Comeau
e Sebastien Lefebvre)

"...Is everybody going crazy?
Is anybody gonna save me?..."


Loucos

Me diga o que há de errado com a sociedade
Quando em todos lugares que eu olho eu vejo
Garotas morrendo para estar na TV
Elas não pararão até
Terem alcançado seus sonhos

Pílulas para emagrecer, cirurgias
Fotos editadas para as revistas
Dizendo a elas como elas devem ser
Isso não faz sentido para mim

Todos estão ficando loucos?
Alguém pode me salvar?
Alguém pode me dizer o que está acontecendo?
Me diga o que está acontecendo
Se você abrir seus olhos
Você verá que alguma coisa está errada

Eu acho que as coisas não são como costumavam ser
Não há mais famílias normais
Os pais agem como inimigos
Fazendo as crianças se sentirem
como se fosse a 3ª guerra mundial

Ninguém se preocupa, ninguém está aqui
Eu acho que todos nós somos
muito condenados ao trabalho
Dinheiro é a nossa prioridade
Isso não faz sentido pra mim

Todos estão ficando loucos?
Alguém pode me salvar?
Alguém pode me dizer o que está acontecendo?
Me diga o que está acontecendo
Se você abrir seus olhos você verá que
Alguma coisa está errada
Todos estão ficando loucos?

Me diga o que há de errado com a sociedade
Quando em todos lugares que eu olho eu vejo
Garotos ricos dirigindo grandes carros
Enquanto crianças estão passando fome nas ruas
Ninguém se preocupa
Ninguém gosta de dividir
Eu acho a vida injusta

Todos estão ficando loucos?
Alguém pode me salvar?
Alguém pode me dizer o que está acontecendo?
Me diga o que está acontecendo
Se você abrir seus olhos
Você verá que alguma coisa
Alguma coisa está errada...

Mentira, defesa dos falsos...


Quem não é anjo não consegue disfarçar a vida toda.
Um dia a "asa cai" e a verdade sempre vem à tona!!!

Silvia Elena

Não sei se encaro como doença este tipo de comportamento. Que se trata de uma grande fraqueza, não me resta a menor dúvida.

O que o portador deste "predicado" se esquece, é a diferença que existe entre a verdade e a mentira. A mentira é uma história criada, que pode ser premeditada, ou instantaneamente inventada e que por assim ser, quando reindagada, pode ser modificada.

Para cobrir uma mentira, sempre, outras e novas, vão sendo criadas. Já a verdade é única. É o fato real, que visto, vivido, sabido ou sentido, na memória ficou gravado, podendo ser por muitas vezes repetido, que não altera o seu final.

Tentar sustentar uma mentira, é ainda mais grave. É subestimar a inteligência de outro ser, e ferir ainda mais os seus sentimentos.

A mentira se revela nos olhos, transpira nos poros, gagueja a voz e lanceia um coração. O mentiroso vive em disfarces, tem a mente congestionada, não mostra a cara e encolhe as unhas...

Mune-se deste artifício geralmente em defesa dos seus próprios atos falhos. Ao ser desmascarada a mentira, são gerados outros doloridos sentimentos, a decepção e a consequente falta de confiança.

Se doença, não saberia dizer... Será que Freud explicaria?

(Soninha Valle)


Fonte: www.nancycobo.prosaeverso.net/

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Poder além da vida...


Por Silvia Elena

Poder além da vida... simplesmente maravilhoso!!! O filme é de uma sensibilidade fantástica, além de ser inteligente, irreverente e tocar bem lá no fundo da alma... acredito que ele seja essencial!!!

Na realidade, o filme foi inspirado no Livro: O Caminho do Guerreiro Pacífico - Um livro que modifica vidas. O livro conta a história da vida de "Dan", um universitário e atleta campeão do mundo.

Abaixo encontram-se algumas frases que foram ditas pelo personagem principal - "Sócrates" (interpretado pelo ator Nick Nolte), pois, acredito que são muito reflexivas.


“Pode-se passar a vida toda sem nunca acordar.”

“A mente só serve pra dar reflexo,
reage a tudo, enche sua cabeça
com milhões de pensamentos
todos os dias, nenhum deles revela
mais sobre você do que
uma pinta no seu nariz.”

“Livre-se do lixo, ele está na sua cabeça,
aprenda a jogar fora o que você não precisa.”

“Às vezes é preciso enlouquecer antes de recuperar a sanidade.”

“Todos lhe dizem o que fazer e o que é bom pra você.
Não querem que você encontre suas próprias respostas.
Querem que você acredite nas respostas deles.
Pare de escutar os outros e ouça
o que tem no seu interior.”

“As pessoas temem o que há por dentro.
Mas é o único lugar onde encontrarão respostas”.

“O hábito é um problema.
Só precisa estar consciente de
suas escolhas e ser
responsável por seus atos.”

“Retire seu lixo mental.
Ele atrapalha o que realmente
importa: o aqui e agora.”

“Não existe tristeza na morte,
há tristeza em quem não aproveita a vida.”


Fontes:

- Filme: Poder além da vida (Peaceful Warrior), direção de Victor Salva, gênero: drama, lançamento: Jan/2007.
- Livro: O Caminho do Guerreiro Pacífico – Um livro que modifica vidas, Dan Millman, 1984, Ed. Pensamento – Traduzido do original: Way of the Peaceful Warrior: A book that changes life.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

O Modelo...


"Quem quiser ser líder
deve ser primeiro servidor.
Se você quiser liderar, deve servir."

(Jesus Cristo)

Extraído do livro: O Monge e o Executivo - Uma história sobre a essência da liderança de James C. Hunter

Não estão sempre iguais...


Mire veja: o mais importante e
bonito do mundo é isto:
que as pessoas não estão sempre iguais,
ainda não foram terminadas — mas que
elas vão sempre mudando,
afinam e desafinam.

Personagem: Riobaldo em Grande Sertão Veredas. Obra-prima de João Guimarães Rosa, escrita em 1956.
Foto: Marcelo Prates (16/5/1985) - TV GLOBO

terça-feira, 19 de maio de 2009

Realidade...


"Muitos cientistas não sabem
o que estão perdendo
por não explorar seus
sentimentos espirituais."

(Francis Collins*)


*Francis Sellers Collins é um geneticista estadunidense, um dos cientistas mais respeitados da atualidade e é diretor do Projeto Genoma Humano.

Para quem bem viveu o amor...


Feliz
(Composição: Gonzaguinha)

Para quem bem viveu o amor
Duas vidas que abrem
Não acabam com a luz
São pequenas estrelas
Que correm no céu
Tragetórias opostas
Sem jamais deixar de se olhar

É um carinho guardado no cofre
De um coração que voou
É um afeto deixado nas veias
De um coração que ficou
É a certeza da eterna presença
Da vida que foi
Da vida que vai
É a saudade da boa
Feliz, cantar

Que foi, foi, foi
Foi bom e pra sempre será
Mais, mais, mais
Maravilhosamente amar

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Mova-se... Coragem!!!


Por Silvia Elena

Helaiá!!! - Conheço uma pessoa que teria dito exatamente essa pequena “palavrinha” se estivesse comigo (aqui agora), ao ver a minha reação.

O texto que acabei de ler é de autoria de Denize Athayde Dutra*. Ela escreve e explica sobre vários obstáculos que impedem a nossa realização... mas de todos que ela mencionou, acho que o maior deles ainda é o "Medo".

Sobre este sentimento ela escreve:

“... é nosso velho conhecido desde a infância: os MEDOS. Só que na infância nos é permitido ter medo. Quando crescemos, porém, começamos a tentar ignorá-lo, e acabamos não nos dando conta do quanto ele nos impede de tentar, ousar, arriscar, realizar. Uns medos são mais reais; outros mais imaginários. Uns mais conscientes; outros inconscientes. Enfim, são os mais diversos, porém, todos, se não enfrentados, podem nos paralisar. Precisamos desenvolver nossa capacidade de correr riscos calculados, de tomar decisões, precisamos estimular nossa coragem de fazer… Quantas vezes desistimos antes de tentar!!!

... Mude o caminho, pois os caminhos podem ser vários, mas não podemos perder de vista o nosso objetivo: a realização pessoal, a felicidade.

Nada é definitivo, pleno, finito, mas é esta busca que nos MOVE À AÇÃO E QUE IMPULSIONA A VIDA!”

Então, mova-se, continue se movendo...!!! Coragem menina, coragem!!!

*Denize Athayde Dutra, Consultora Sênior do INSTITUTO MVC em Gestão de Pessoas e Negócios, Comunicação, Relacionamento Interpessoal, Liderança e Mudança Organizacional. Psicóloga com Pós-Graduação em Gestão Empresarial (Universidade Cândido do Mendes – RJ) e Educação (UFRJ - Ministério do Exército). Mestre em Administração Pública pela FGV (EBAPE).

Com o passar dos anos...


Com o passar dos anos agregamos
tantos afazeres "importantes"
que esquecemos de nos permitir
ao ócio sem culpa,
a uma conversa sem rumo
e a sonhos sem medidas...
E ainda achamos que as crianças
são apenas crianças.


(Texto: desconheço o autor)


domingo, 17 de maio de 2009

Homenagem ao "meus" pequeninos...


Por Silvia Elena

A vida é mesmo um presente de Deus!

Hoje escolhi postar esta música como uma forma de “anunciar” a minha felicidade... Pois é, a família está crescendo cada vez mais! Pequeninos que chegaram há poucos dias e pequeninos que em breve estarão chegando. É uma delícia participar e ao mesmo tempo poder observar a reação de todos... Ser tia várias vezes e praticamente ao mesmo tempo, também é tudo de bom!!!

Clareana
(Composição: Joyce*/ Maurício Maetro)

Um coração
De mel de melão
De sim e de não
É feito um bichinho
No sol de manhã
Novelo de lã
No ventre da mãe
Bate um coração
De clara, ana
E quem mais chegar
Água, terra, fogo e ar

*Joyce Moreno, é compositora, cantora e violinista. Em 1980, participou do Festival de Música Popular Brasileira da TV Globo, classificando "Clareana", canção de ninar escrita em Roma, em 1976, para suas filhas, e que já sugeria a caçula Mariana (que só nasceria três anos depois) no verso "... Clara, Ana e quem mais chegar..." . Nesse mesmo ano, gravou o disco "Feminina", com destaque para a canção título, e "Clareana", sucesso de vendagem e responsável pela primeira grande exposição da cantora na mídia.

Na época, Clara tinha 8 anos e Ana 7 e eram elas quem faziam o coro na música.



Fontes de Pesquisa:
www.mpb.com/joycemoreno
www.joycemoreno.com
http://outras-bossas.blogspot.com

Meu maior desejo...!!!


Casa No Campo - Elis Regina
(Composição: José Rodrigues Trindade (Zé Rodrix) / Tavito)

"Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa compor muitos rocks rurais
E tenha somente a certeza
Dos amigos do peito e nada mais
Eu quero uma casa no campo
Onde eu possa ficar no tamanho da paz
E tenha somente a certeza
Dos limites do corpo e nada mais
Eu quero carneiros e cabras pastando solenes
No meu jardim
Eu quero o silêncio das línguas cansadas
Eu quero a esperança de óculos
E um filho de cuca legal
Eu quero plantar e colher com a mão
A pimenta e o sal
Eu quero uma casa no campo
Do tamanho ideal, pau-a-pique e sapé
Onde eu possa plantar meus amigos
Meus discos e livros
e nada mais."

sábado, 16 de maio de 2009

A cerca da vida interior das mulheres...


“As mulheres honram o seu Caminho Sagrado quando se dão conta do conhecimento intuitivo inerente a sua natureza receptiva. Ao confiar nos ciclos dos seus corpos e permitir que as sensações venham à tona dentro deles, as mulheres vêm sendo videntes e oráculos de suas tribos há séculos. As mulheres precisam aprender a amar, compreender, e, desta forma, curar umas às outras. Cada uma delas pode penetrar no silêncio do próprio coração para que lhe seja revelada a beleza do recolhimento e da receptividade".

(As Cartas do Caminho Sagrado - Jamie Sams)

Liberdade - Por Cecília Meireles...

Nada tem fim...


"...O tempo faz tudo valer a pena
E nem o erro é desperdício
Tudo cresce e o início
Deixa de ser início
E vai chegando ao meio
Aí, começo a pensar que nada tem fim..."

(Ana Carolina - O Avesso dos Ponteiros)

Eu sou meu guia...


EU SOU MEU GUIA
(Lenine/Bráulio Tavares)

"...Parto com a lua derramada no espelho do mar
Cartas de um futuro, tenho o mundo pra se revelar
Era o outro lado do sol, e um perfume de fruta e de flor
Roda, minha vida, nas trapaças do Criador
E eu irei em qualquer direção
E voltarei, eu sou meu guia."

Viver e deixar viver...


Sou além de mim e de tudo,
porque tudo consigo.

Não há nada que impeça
o que hoje almejo,
e o futuro me o dirá.

Ser eu para ser grande:
eis a frase, que levarei vida afora.

Do passado só o que importa,
que o mais é nada.

Quem não errou, nunca passou
pela vida.

Quem aprendeu com o erro,
merece-se e aos demais.

Que o sonho seja só
uma realidade conquistada.

Viver e deixar viver: o legado.

(Jorge Humberto)


Fonte:
Poemas - Introspecção: FORÇA DE VONTADE
Poema publicado em 21/08/2008
www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=49273

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Pai é Pai!!!


Por 
Silvia Elena

Este vídeo é emoção pura!!! É mais do que uma lição de amor... é uma lição de força, de perseverança e de que nada na vida é impossível, quando ainda somos capazes de acreditar.

Mas tudo fica muito mais forte e mais fácil quando temos com quem compartilhar... Afinal, nenhum caminho é longo demais, quando um amigo nos acompanha!

Observando essas lições de realidade, é possível descobrir que, embora não existam regras fixas para conquistar o que desejamos, esquecemos na maioria das vezes de que existem atitudes comuns que podem fazer a diferença.

Atitudes como ouvir, sentir e demonstrar carinho. Quando digo demonstrar carinho, não é somente através de palavras, mas de atitudes e de gestos.

São essas atitudes "comuns" que permeiam a história de verdadeiros líderes "humanos".


video

Mandamento da Deusa...




Eu, que sou a beleza do verde sobre a Terra, da Lua branca entre as estrelas, do mistério das águas e do desejo do coração dos homens, falo à tua alma: desperta e vem a mim, pois, sou Eu a alma da própria natureza, que dá a vida ao universo.

De mim nasceram todas as coisas e a mim, tudo retorna. Ante meu rosto, venerado pelos Deuses e pelos homens, deixa tua essência se fundir em êxtase ao infinito.

Para me servires, abra teu coração à alegria, pois, vê: todo ato de amor e prazer é um ritual para mim.

Cultive em tua alma a beleza e a força, o poder e a compreensão, a honra e a humildade, a alegria e o respeito.

E a ti, que buscas me conhecer, eu digo: tua busca e teu anseio de nada te servirão sem o conhecimento do mistério de que se aquilo o que procuras não encontrares dentro de ti mesmo, jamais o encontrarás fora de ti.

Pois, vê, sempre estive contigo - desde o começo - e sou aquilo que se alcança além do desejo.

(Compilado por Doreen Valiente, do Anuário da Grande Mãe de Mirella Faur)

quinta-feira, 14 de maio de 2009

O caos das estrelas...


Por Silvia Elena

A Bíblia nos traz preciosos ensinamentos, e um deles acredito que poderia ser descrito de uma forma bem simples:

Quando o povo de Israel viu Golias, falou:
- Ele é muito grande, não vamos conseguir derrotá-lo.

Quando Davi viu Golias disse:
- Ele é muito grande não tenho como errar o alvo.

A forma como encaramos os problemas é que determinam nossas conquistas e vitórias.

Charles Chaplin, em um de seus pensamentos também nos deixou a seguinte mensagem: "Não devemos ter medo dos confrontos. Até os planetas se chocam e, do caos, nascem as estrelas."

Canalização - Ouça a voz do seu coração...


Por Silvia Elena

Hoje eu me deparei com as seguintes palavras: OUÇA A VOZ DO SEU CORAÇÃO!!!

Reprimindo os desejos internos seremos incapazes de entender as mensagens que nascem dos nossos sentimentos. Ouvindo as nossas intuições, podemos escutar com "precisão" a voz que vem de dentro... É a voz do coração...

Eu "tinha" um amigo que sempre dizia:
- Nunca deixe de fazer algo de bom que o seu coração lhe pede (seja para você mesma ou para os outros). O tempo poderá passar e a oportunidade também!

Pois é, ele "tinha" razão. Hoje, infelizmente não podemos mais nos falar... para onde ele se foi, não há como mantermos contato, exceto o contato de coração, de alma, de lembranças amáveis e verdadeiras.

A única dificuldade que encontro não é a de ouvir essa voz que vem de dentro, e sim, a insegurança ou o medo, que resulta na falta de coragem para agir e de saber quando agir em determinadas ocasiões...!!!

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Pele de alma...


“... Muitas e muitas vezes perdemos a sensação de estarmos inteiras dentro de nossa própria pela em decorrência dos fatos já mencionados bem como de longos períodos de coação. Quem trabalha com grande esforço sem descanso também corre esse risco. A pele da alma desaparece quando não prestamos atenção ao que realmente estamos fazendo e, especialmente, ao custo disso para nós.


Perdemos a pele da alma quando ficamos muito envolvidas com o ego, quando nos tornamos por demais exigentes, perfeccionistas¹, quando nos martirizamos desnecessariamente, somos dominadas por uma ambição cega ou quando nos sentimos insatisfeitas – com o próprio self², com a família, a comunidade, a cultura, o mundo – e não fazemos nem dizemos nada a respeito disso, também quando fingimos ser uma fonte ilimitada para os outros quando não fazemos o possível para nos ajudar.


Ora, existem tantos modos para se perder a pele da alma quantas são as mulheres no mundo...


... Crie o tempo suficiente para “vestir o sutiã de lata³”. Pare de ser mãezona do mundo. Dedique-se à tarefa de voltar para casa."



Com relação a este trecho do livro e alguns termos utilizados por Clarissa Pinkola, no final do próprio livro ela escreve as seguintes explicações (notas):


¹ - Existe um perfeccionismo negativo e um perfeccionismo positivo. O negativo frequentemente gira em torno do medo de ser considerada incapaz. O positivo é mais parecido com a atitude de se esforçar ao máximo, de ficar com algo produtivo para aprender a fazer bem.


² - Self: Linguagem psicanalítica – sentimento difuso da personalidade (suas atitudes e predisposições / comportamento), ou ainda, indivíduo, tal como se revela e se conhece, representado em sua própria consciência.


³ - “Vestir o sutiã de lata” – é uma expressão do repertório de Yancey Ellis Stockwell, uma terapeuta vibrante e excelente contadora de histórias. Ela trabalha no Colorado, mas tem suas origens no leste do Texas, e isso já diz tudo.


Finalizo então, com o seguinte pensamento: "Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome." (Clarice Lispector - Perto do Coração Selvagem)

Silvia Elena


Fonte de Pesquisa:

Clarissa Pinkola Estes – Mulheres que Correm com os Lobos (Mitos e histórias do arquétipo da mulher selvagem), 1992 – Ed. Rocco (Tradução de: Women who run with the wolves).


Atenção...!!!


O passado é apenas um sonho,
o futuro uma visão.
Mas o presente bem vivido torna
todo o passado um sonho de felicidade
e o futuro, uma visão de esperança.
Por isso, preste atenção no dia de hoje.

(Antigo provérbio em sanscrito*)



*Sanscrito: antiga língua sagrada e literária da Índia, pertencente ao grupo indo-europeu.


Coisas simples da vida - por Um Candidato!


Este texto tem sido repassado através de e-mails (eu mesma já recebi mais de uma vez), divulgado de diversas formas na Internet... Enfim, o meio ao qual chegou até nós, não importa...

Em todas as divulgações efetuadas, sempre é mencionado que trata-se de uma redação escrita por um candidato que participou de um processo de seleção da Empresa Volkswagen. Nenhuma das mensagens confirmou se ele foi ou não aprovado. Independente do resultado, este texto tem um conteúdo que ao ser lido, é impossível não parar para pensar...

O texto foi escrito com muita criatividade, além de uma incomensurável sensibilidade que toca fundo na alma e no coração.

Vale a pena ler este texto muitas vezes... e vale também lembrar que a alegria, o prazer e a felicidade estão nas coisas mais simples da vida!!!

Silvia Elena


"Eu já dei risada até a barriga doer, já nadei até perder o fôlego, já chorei até dormir e acordei com o rosto desfigurado. Já fiz cosquinha na minha irmã só pra ela parar de chorar, já me queimei brincando com vela.

Eu já fiz bola de chiclete e melequei todo o rosto, já conversei com o espelho, e até já brinquei de ser bruxo. Já quis ser astronauta, violonista, mágico, caçador e trapezista. Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés pra fora.

Já passei trote por telefone. Já tomei banho de chuva e acabei me viciando. Já roubei beijo. Já fiz confissões antes de dormir num quarto escuro pro melhor amigo.

Já confundi sentimentos. Peguei atalho errado e continuo andando pelo desconhecido. Já raspei o fundo da panela de arroz carreteiro, já me cortei fazendo a barba apressado, já chorei ouvindo música no ônibus.

Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas são as mais difíceis de se esquecer. Já subi escondido no telhado pra tentar pegar estrelas, já subi em árvore pra roubar fruta, já caí da escada de bunda.

Conheci a morte de perto, e agora anseio por viver cada dia. Já fiz juras eternas, já escrevi no muro da escola, já chorei sentado no chão do banheiro, já fugi de casa pra sempre, e voltei no outro instante.

Já saí pra caminhar sem rumo, sem nada na cabeça, ouvindo estrelas. Já corri pra não deixar alguém chorando, já fiquei sozinho no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só.

Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado, já me joguei na piscina sem vontade de voltar, já bebi uísque até sentir dormente os meus lábios, já olhei a cidade de cima e mesmo assim não encontrei meu lugar.

Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso, já quase morri de amor, mas renasci novamente pra ver o sorriso de alguém especial. Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de levantar.

Já apostei em correr descalço na rua, já gritei de felicidade, já roubei rosas num enorme jardim. Já me apaixonei e achei que era para sempre, mas sempre era um "para sempre" pela metade.

Já deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol, já chorei por ver amigos partindo, mas descobri que logo chegam novos, e a vida é mesmo um ir e vir sem razão.

Foram tantas coisas feitas, momentos fotografados pelas lentes da emoção, guardados num baú, chamado coração. E agora um formulário me interroga, me encosta na parede e grita: "- Qual sua experiência?"

Essa pergunta ecoa no meu cérebro:

"experiência...experiência..." Será que ser "plantador de sorrisos" é uma boa experiência? Não!!! Talvez eles não saibam ainda colher sonhos!"

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Crianças... tudo de bom!


"A inteligência da criança
observa amando e
não com indiferença - isso é o que
faz ver o invisível.

(Maria Montessori)


video


A arte da compreensão...


Para compreender as pessoas,
devo tentar escutar o que elas
não estão dizendo e talvez
o que elas jamais venham a dizer.

(John Powell)

Nossa vida... Nós...


Abandonamos o papel de vítima quando
voltamos a ser nós mesmos.
Nós nos alegramos da singularidade das nossas
características diferenciais, mas também apreciamos
as qualidades que compartilhamos com
o resto da humanidade.
Nossa vida não é regida exclusivamente
pelos que os outros esperam de nós,
mas pelo que cremos que seja importante.

Khaleghl Quinn , apud Bárbara Berckhan, Como defenderse de los ataques verbales (Buenos Aires: Del Nuevo Extremo, 2004).

domingo, 10 de maio de 2009

Acredite na Vida!!!


É por essa e por outras que sempre devemos acreditar na vida... Conta uma antiga lenda que na Idade Média um homem muito religioso foi injustamente acusado de ter assassinado uma mulher.


Na verdade, o autor era pessoa influente do reino e por isso, desde o primeiro momento se procurou um bode expiatório para acobertar o verdadeiro assassino.

O homem foi levado a julgamento, já temendo o resultado: à forca. Ele sabia que tudo iria ser feito para condená-lo e que teria poucas chances de sair vivo desta história. O juiz, que também estava combinado para levar o pobre homem a morte, simulou um julgamento justo, fazendo uma proposta ao acusado que provasse sua inocência.

Disse o juiz:
- Sou de uma profunda religiosidade e por isso vou deixar sua sorte nas mãos do senhor. Vou escrever em um pedaço de papel a palavra INOCENTE e noutro pedaço a palavra CULPADO. Você sorteará um dos papéis e aquele que sair será o veredicto. O senhor decidirá seu destino.

Sem que o acusado percebesse, o juiz preparou os dois papéis, mas em ambos escreveu CULPADO, de maneira que, naquele instante, não existia nenhuma chance do acusado se livrar da forca. Não havia saída. Não havia alternativas para o pobre homem. O juiz colocou os dois papéis em uma mesa e mandou o acusado escolher um.

O homem pensou alguns segundos e, pressentindo a vibração, aproximou-se confiante da mesa, pegou um dos papéis e rapidamente colocou-o na boca e engoliu.

Os presentes ao julgamento reagiram surpresos e indignados com a atitude do homem.

- Mas o que você fez? E agora? Como vamos saber qual seu veredicto?

- E muito fácil, respondeu o homem. Basta olhar o outro pedaço que sobrou e saberemos que acabei engolindo o seu contrário.

Imediatamente o homem foi libertado.

(Texto: desconheço o autor)

Por mais difícil que seja uma situação, não deixe de acreditar até o último momento. Saiba que para qualquer problema há sempre uma saída. Não desista, não entregue os pontos, não se deixe derrotar. Persista, vá em frente apesar de tudo e de todos... "creia" que pode conseguir!!!

Silvia Elena

Homenagem para todas as Mães...


A arte de ser Mãe

MÃE

Você é a mais doce e pura criatura!
A dedicada esposa, mulher e protetora!
Você... Que me permitiu viver e sonhar
Que me amparou e me ensinou a caminhar!

MÃE

É seu, o mérito do sucesso que se diz meu!
Pois, você soube transmitir com seu amor,
Sem buscar descanso, com alegria e louvor,
A garra de luta e a grande vontade de vencer!

MÃE

Você plantou em mim a harmonia e a paz.
Soube ensinar-me a ser alguém antes de ter.
Você mostrou sempre como amar e a perdoar...

(Texto: desconheço o autor)


Um pouco mais sobre a história da música...




Por Silvia Elena

A minha paixão pela música, vai muito além de apenas ouvi-las... Amo saber os significados, suas histórias, curiosidades e inspirações...

Falando em curiosidade, vou postar uma delas... é sobre a banda QUEEN. Formada em 1970 em Londres,  a banda construiu uma carreira que a tornou numa das bandas mais legendárias da história.

Formada por quatro componentes: John Deacon - baixo e teclado, Roger Taylor - bateria, percussão e vocal, Brian May - guitarras, harpa, teclado, violão e vocal (dizem que a guitarra com que May iniciou a carreira foi construída com a ajuda do seu pai, sua base teria sido peças de bicicletas, vindo daí o som inconfundível e inimitável, sobretudo devido aos diferentes tipos de materiais usados).

No vocal, a voz fantástica de Farokh Bommi Bulsara (era filho de indianos - etnia Persa), que adaptou para o nome artístico de Freddie Mercury. Além de ser o principal vocal, Freddie tocava piano. Devido ter se diplomado em Design Gráfico e Artístico pela Ealing Art College, mais tarde, ele usou de seus dotes artísticos para criar e desenhar o símbolo da banda.

O símbolo é uma Fénix rodeada pelos signos zodiacais dos membros da banda: Dois Leões, um Caranguejo e duas fadas que representam o signo de Virgem.

Fontes de pesquisa: 
Histórias da banda e Freddie Mercury

Léo e Bia - Oswaldo Montenegro


Léo e Bia é um musical escrito por Oswaldo Montenegro em 1984, conta a história de sete amigos que, em 1973, fazem parte de um grupo que sonha viver de teatro em Brasília.

Considerado um espetáculo que toca temas constantes na vida de jovens de qualquer época e qualquer cidade, com qualquer sonho... Uma história que apaixona jovens e faz adultos relembrarem. Lúdico e seco, cheio de suspense, humor, energia, amizade, paixão, conflito, amor... como a vida.

Abaixo encontra-se o texto falado pela personagem Marina (considerada a personagem mais forte), no avião, quando deixou Brasília, com os amigos, para tentar a carreira no Rio de Janeiro:

“Quando a gente viu Brasília lá em baixo, eu comecei a achar que era mais do que tudo aquela possibilidade de voo.
Eu sentia a dor que o Léo tava sentindo, mas era inevitável achar tudo pequeno. Era céu demais! Era demais!
Eu amava o Léo. Ele sabia disso. Bia, todo mundo sabia. Eu amava a possibilidade do novo.
O Rio me assustava. Eu tinha um medo tão grande. Mas até ter medo era novo.
A gente tinha um tédio lindo, porque era tédio de tudo.
E aí, eu percebi que seria diretora e protagonista do filme da minha vida. E que nós faríamos esse roteiro. E eu não ia permitir que nenhum patrocinador influísse. Não ia mesmo!
Começou o nosso filme! E ele não é bom nem mal. É o nosso filme! Mesmo que doa, é o nosso filme!
E daí por diante nós conduziríamos o barco. E para mim, o caminho era mais lindo que o barco. E muito mais lindo do que qualquer lugar para onde pudesse ir. Valeu Brasília, já fomos!”


Letra da Música: Léo e Bia
Composição: Oswaldo Montenegro

No centro de um planalto vazio
como se fosse em qualquer lugar
como se a vida fosse um perigo
como se houvesse faca no ar
como se fosse urgente e preciso
como é preciso desabafar
qualquer maneira de amar varia
e Léo e Bia souberam amar

Como se não fosse tão longe
Brasília de Belém do Pará
como castelos nascem dos sonhos
pra no real achar seu lugar
como se faz com todo cuidado
a pipa que precisa voar
cuidar de amor exige mestria
e Léo e Bia souberam amar


Fontes de Pesquisa: Textos, entrevistas, vida & obras de Oswaldo Montenegro
Sites:
www.oswaldomontenegro.com.br
www.oficinadosmenestreis.com.br