segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Perguntaram-me...


Por Silvia Elena

Durante uma reunião familiar no último final de semana, fizeram-me a seguinte pergunta:

- Se você tivesse que escrever algo sobre suas ideias e aprendizados ao longo da vida, o que escreveria?

Eu disse:

- Escreveria que as minhas primeiras ideias formadas sobre mim e sobre o mundo, foram desenvolvidas a partir do relacionamento com meus pais, familiares e amigos de infância. Porém, não sou determinada pelos conceitos dos outros... acredito que ninguém seja. Posso e devo renovar minhas ideias e conceitos todos os dias.

domingo, 29 de novembro de 2009

2012 – O Filme e a relação com a astronomia...



No dia 13 de novembro estreou em todo o mundo o filme “2012”, que já é o maior sucesso de bilheteria dos últimos tempos, tendo batido alguns recordes na primeira semana de exibição.

O filme se baseia numa antiga profecia do povo maia, que viveu na península de Yucatan, no México, há muitos séculos atrás e que também desapareceu rápida e misteriosamente, só deixando como lembrança as importantes pirâmides que lá estão até hoje e, principalmente, uma série de hieróglifos e inscrições que vêm sendo traduzidas por muitos estudiosos e especialistas.

O que se sabe é que os maias eram hábeis matemáticos e astrônomos, tendo um conhecimento profundo destas ciências. Há indícios de que, na matemática, eles tinham conhecimento dos números decimais e na astronomia, conheciam com detalhes as órbitas e os ciclos de todos os planetas conhecidos do nosso sistema solar.

Além disso, eles se dedicaram a um estudo particularmente interessante e que até hoje é pesquisado por cientistas e astrofísicos: a questão dos ciclos das manchas e explosões solares, que tem repetições em períodos regulares. Alguns desses períodos já foram identificados e registrados, mas parece que os maias tinham conhecimento de ciclos mais amplos dessas explosões, e é aí que a coisa fica diferente.

O ponto de partida do filme é exatamente este: as manchas solares atingem níveis nunca antes vistos e, com isso, o núcleo central do nosso planeta começa a sofrer alterações que deixam os continentes meio “à deriva”, se deslocando sobre o planeta. Os terremotos e maremotos resultantes dessa movimentação são impressionantes.

Dentro dessa contagem do calendário maia, o que acontece é que ele se encerra em 21 de dezembro de 2012 e esse final dá margem a muitas especulações, principalmente aquela que afirma que o nosso mundo acabaria nesta data.

Apesar dos estudiosos afirmarem que esse fato (a alteração do núcleo da Terra) realmente provocaria movimentações inacreditáveis na crosta terrestre, como a mudança (pode-se chamar de “inversão”) dos pólos magnéticos do planeta, não há motivo para se acreditar no “fim do mundo”, embora possamos aceitar a possibilidade de que tudo estará mudado na superfície da Terra se, e depois que tudo isso acontecer.

O melhor mesmo é assistir o filme, que é excelente, e aproveitar para refletir sobre o que anda acontecendo com o nosso planeta nos últimos anos. Precisamos ver até que ponto nós somos responsáveis por grande parte do desequilíbrio ambiental que vemos se manifestar sob a forma de tempestades e acidentes climáticos cada vez mais impactantes a cada dia que passa.


Fonte:
http://www.zastros.com.br/VerMateria.aspx?mat=735&cat=4

sábado, 28 de novembro de 2009

Paz...



"Paz não é ausência de guerra;
paz é virtude que provê as condições
para que todos possam ser tratados com justiça."

(Desconheço o autor)

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

O que há...


"Há três maneiras de fazer as coisas:
a maneira errada, a certa e uma melhor."

(Desconheço o autor)

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Nada é...


"Nada é o bastante para quem considera pouco o que é suficiente."
(Confúcio)



*Confúcio (Tsou, 551 a.C. - Qufu, 479 a.C.) é o nome latino do pensador chinês Kung-Fu-Tse (chinês: 孔夫子 - "Mestre Kong"). Foi a figura histórica mais conhecida na China como mestre, filósofo e teórico político.

Sua doutrina, o confucionismo, teve forte influência não apenas sobre a China mas também sobre toda a Ásia oriental.

Conhece-se muito pouco da sua vida. Parece que os seus antepassados foram de linhagem nobre, mas o filósofo e moralista viveu pobre, e desde a infância teve de ser mestre de si mesmo.

A sua ideologia de organização da sociedade procurava também recuperar os valores antigos, perdidos pelos homens de sua época. A sua teoria baseava-se num critério mais realístico, onde a prática do comportamento ritual daria uma possibilidade real aos praticantes de sua doutrina de viverem em harmonia.

Apesar das ideias de conformismo que possam ser atribuídas a esse pensamento, elas são errôneas. Confúcio não pregava a aceitação plena de um papel definido para os elementos da sociedade, mas sim que cada um cumprisse com seu dever de forma correta. Já o condicionamento dos hábitos serviria para temperar os espíritos e evitar os excessos.

Logo, a sua doutrina apregoava a criação de uma sociedade capaz, culturalmente instruída e disposta ao bem estar comum. A sua escola foi sistematizada nos seguintes princípios:

* Ren, humanidade ( altruísmo);
* Li, ou cortesia ritual;
* Zhi, conhecimento ou sabedoria moral;
* Xin, integridade;
* Zhing, fidelidade;
* Yi, justiça, retidão, honradez.

Cada um desses princípios ligar-se-ia às características que para ele se encontravam ausentes ou decadentes na sociedade.


Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Conf%C3%BAcio

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Claro que há...


"Claro que há quem insista em partir
os espelhos e ficar de fora do seu reflexo.
Claro que há quem queira olhar
para as coisas e
para as pessoas e ver a realidade,
e tu de que lado do espelho queres estar?"

(Pedro Tomás)



*São Pedro Tomás (Périgord/França, 1305 - Famagusta /Chipre, 1366), religioso carmelita católico francês.

Foi Procurador Geral da Ordem do Carmo em Avinhão. Em 1354 foi nomeado bispo de Patti e Lipari. Desenvolveu a atividade de Legado Pontifício junto a reis e imperadores para consolidar a paz e promover a união com as Igrejas Orientais. Foi arcebispo em Creta (1363) e em Constantinopla (1364).

Os seus esforços pela unidade da Igreja fazem deste santo do século XIV um precursor do ecumenismo.

Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pedro_Tom%C3%A1s

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Esperança...


A esperança não murcha, ela não cansa,
também como ela não sucumbe a crença.
Vão-se sonhos nas asas da descrença,
voltam sonhos nas asas da esperança.

(Augusto dos Anjos)


*Augusto de Carvalho Rodrigues dos Anjos, nasceu no Engenho Pau d'Arco, no município de Sapé, estado da Paraíba em 20/04/1884, faleceu em Leopoldina em 12/11/1914. Foi um poeta brasileiro, identificado muitas vezes como simbolista ou parnasiano. Todavia, muitos críticos, como o poeta Ferreira Gullar, preferem identificá-lo como pré-moderno.

É conhecido como um dos poetas mais críticos do seu tempo, e até hoje sua obra é admirada tanto por leigos como por críticos literários.

Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Augusto_dos_Anjos

domingo, 22 de novembro de 2009

Querido amigo...


Querido amigo DD,

Sei que não é uma daquelas cartas que vocês escreve, enfim...

Como eu sei que você está sempre por aqui... Não pude deixar de registrar a saudade que já estou sentindo. Que Deus te ilumine e que todos os seus sonhos sejam realizados, independente de onde você estiver.

Lembre-se, aqui ou do outro lado do mundo, conte sempre com o meu apoio.

Afinal, você merece! Cuide-se e um super bjo no seu coração:)

Sil

sábado, 21 de novembro de 2009

Poética...


Poética

De manhã escureço
De dia tardo
De tarde anoiteço
De noite ardo.

A oeste a morte
Contra quem vivo
Do sul cativo
O este é meu norte.

Outros que contem
Passo por passo:
Eu morro ontem

Nasço amanhã
Ando onde há espaço:
– Meu tempo é quando.

(Vinícius de Moraes - Nova York, 1950)



*Vinicius de Moraes (Rio de Janeiro, 19/10/1913 — 09/07/1980) foi um diplomata, dramaturgo, jornalista, poeta e compositor brasileiro.

Poeta essencialmente lírico, o poetinha (como ficou conhecido) notabilizou-se pelos seus sonetos. Conhecido como um boêmio inveterado, fumante e apreciador do uísque, era também conhecido por ser um grande conquistador. O poetinha casou-se por nove vezes ao longo de sua vida.

Sua obra é vasta, passando pela literatura, teatro, cinema e música. No campo musical, o poetinha teve como principais parceiros Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell e Carlos Lyra.


Fontes:
in Antologia Poética
in Poesia completa e prosa: "Nossa Senhora de Los Angeles"
http://www.viniciusdemoraes.com.br/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Vinicius_de_Moraes

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Você pode se encontrar porque é você que se esconde...


A iluminação não é algo a ser alcançado, é algo a ser vivido.

Quando afirmo que alcancei a iluminação, quero dizer simplesmente que resolvi vivê-la. Só isso! E desde então a tenho vivido. É a decisão de não querer mais criar problemas - só isso. É a decisão de parar com toda essa besteira de criar problemas e encontrar soluções.

Toda essa baboseira é um jogo que você joga consigo mesmo - você se esconde e você mesmo procura, interpretando os dois papéis. E você sabe disso! É por isso que, quando falo disso, você ri.

Não estou falando de nada ridículo - você compreende. Está rindo de si mesmo. Observe-se rindo, veja seu sorriso - você compreende. Tem que ser assim porque é seu jogo: você se esconde e aguarda ser descoberto por si mesmo.

Pode se encontrar agora mesmo, porque é você que se esconde. É por isso que os mestres zen batem na cabeça das pessoas. Sempre que alguém diz: "Eu gostaria de ser um Buda", o mestre fica muito zangado. Pois a pessoa está dizendo bobagem. Ela é um Buda.

Se o Buda vem até mim e pergunta como ser um Buda, o que posso fazer? Bater-lhe na cabeça. "Quem você acha que está enganando? Você é um Buda."

(Osho, em "A Música Mais Antiga do Universo")


Fonte:
http://www.palavrasdeosho.com/2009/08/voce-pode-se-encontrar-porque-e-voce.html

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Fica...


"Fica estabelecida a possibilidade
de sonhar coisas impossíveis e
de caminhar livremente em direção aos sonhos."
(Luciano Luppi)


*Luciano Luppi é ator e diretor de teatro desde 1969. Participação incessante nos movimentos artísticos e culturais, incluindo música, dança, televisão, literatura, locução e cinema. Professor de artes cênicas, ministra cursos e vivências para grupos de teatros e dança. Como locutor atua em peças publicitárias, documentários, trilhas para teatro e dublagem, interpretando papéis característicos e criando vozes para personagens específicos.


Fonte:
http://www.vozesdeminas.com.br/lucianoluppi/

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Aprendemos...


Martin dizia também que:

"Pouca coisa é necessária para transformar inteiramente uma vida: amor no coração e sorriso nos lábios."

"É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar. É melhor tentar, ainda que em vão, que sentar-se fazendo nada até o final. Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias tristes me esconder. Prefiro ser feliz embora louco, que em conformidade viver"

"O ser humano deve desenvolver, para todos os seus conflitos, um método que rejeite a vingança, a agressão e a retaliação. A base para esse tipo de método é o amor."



*Martin Luther King, Jr. (Atlanta, 15/01/1929 — Memphis, 04/04/1968), foi um pastor protestante e ativista político estadunidense. Membro da Igreja Batista, tornou-se um dos mais importantes líderes do ativismo pelos direitos civis (principalmente para negros e mulheres) nos Estados Unidos e no mundo, através de uma campanha contra a violência e de amor para com o próximo. Se tornou a pessoa mais jovem a receber o Prêmio Nobel da Paz em 1964, pouco antes de seu assassinato. Seu discurso mais famoso e lembrado é "Eu Tenho Um Sonho".

Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Martin_Luther_King_Jr.

domingo, 15 de novembro de 2009

Coragem...


"Coragem é resistência ao medo,
domínio do medo,
e não ausência do medo."
(Mark Twain)


*Mark Twain, pseudônimo de Samuel Langhorne Clemens, (Florida, 30/11/1835 — Redding, 21/01/1910) foi um escritor, humorista e romancista norte-americano.

Sustentava que o nome "Mark Twain" vinha da época em que trabalhou em barcos a vapor; era o grito que os pilotos fluviais emitiam para marcar (mark) a profundidade das embarcações. Acredita-se que o nome na verdade tenha vindo de seus dias de abandono no oeste, quando ele pedia dois drinks e falava para o atendente do bar "marcar duplo" ("mark twain") em sua conta.

A origem verdadeira é desconhecida. Além de Mark Twain, Clemens também usou o pseudônimo "Sieur Louis de Conte".

Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Mark_Twain

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Onde você coloca o sal?


O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo de água e bebesse.
- Qual é o gosto? - perguntou o Mestre.
- Ruim - disse o aprendiz.

O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago. Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago. Então o velho disse:
- Beba um pouco dessa água. Enquanto a água escorria do queixo do jovem o Mestre perguntou:
- Qual é o gosto?
- Bom! disse o rapaz.
- Você sente o gosto do sal? perguntou o Mestre.
- Não - disse o jovem.

O Mestre então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:
- A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu.

Em outras palavras:
- É deixar de ser copo, para tornar-se um Lago.

"Entender a vontade de Deus nem sempre é fácil, mas crer que Ele está no comando e tem um plano pra nossa vida faz a caminhada valer a pena."

(Texto: desconheço o autor)

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Quando se voa...


A liberdade é um pássaro com uma asa ferida.
Quando se voa para longe
há sempre uma dor que se transporta.
Assim tem de ser.
Pois então não seria liberdade, seria inconsciência.

(Desconheço o autor)

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

A arte da convivência...


Por Roberto Shinyashiki

"As pessoas estão perdendo a habilidade de dialogar e de conhecer o outro. Elas ouvem, mas não escutam; falam, mas não se deixam conhecer; esbarram-se, mas não se veem; e uma multidão caminha solitariamente em direção a lugar nenhum. Conviver é uma arte tão sutil quanto a música, a literatura, a pintura ou o teatro e que poucos aprenderam a dominar. [...]

A dificuldade de entrar no mundo alheio está criando uma geração de pessoas impacientes e distantes. Ao perdermos a generosidade de respeitar diferentes pontos de vista, transformamos os casamentos e os negócios em verdadeiros campos de batalha, em que o outro passa a ser o inimigo."


*Roberto Shinyashiki: é médico (Psiquiatra), com pós-graduação em Gestão de Negócios (MBA - USP) e doutor em Administração de Empresas pela Universidade de São Paulo (USP).

Nascido em Santos (SP), de origem humilde, Roberto Shinyashiki é um entusiasta da capacidade do ser humano em realizar seus sonhos e ser feliz, procurando estimular a reflexão sobre a busca do sucesso e do equilíbrio pessoal. Como escritor e conferencista internacional, Roberto é colaborador assíduo em programas de televisão, rádio e importantes revistas do país.

É autor de diversos best-sellers: O sucesso é ser feliz, A Carícia Essencial – Uma Psicologia do Afeto, A coragem de confiar, A Revolução dos Campeões, Sempre em Frente, Tudo ou Nada, Heróis de Verdade – Pessoas Comuns Que Vivem Sua Essência, entre outros.

Fontes:
Artigos: www.shinyashiki.com.br
Blog: http://shinyashiki.uol.com.br/

terça-feira, 10 de novembro de 2009

A sabedoria dos porcos-espinho...


Durante a era glacial muitos animais morriam por causa do frio.

Os porcos-espinho, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.

Por causa disso, decidiram se afastar uns dos outros e voltaram a morrer congelados.

Então, precisavam fazer uma escolha: desaparecer da face da Terra ou aceitar os espinhos dos companheiros. Com sabedoria, decidiram ficar juntos para se agasalharem e sobreviver.

Aprenderam a conviver com as feridas que a relação com outras pessoas podem causar, e que o mais importante é aceitar o que o outro '"pode" oferecer.

Portanto, precisamos entender que o melhor relacionamento, não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e consegue admirar suas qualidades.

(Texto: desconheço o autor)

domingo, 8 de novembro de 2009

Nossa intuição...


"Quando o mundo espiritual coopera
com os nossos objetivos,
antes de fazer qualquer mudança
precisamos consultar
mais a intuição do que a mente."

(Desconheço o autor)

sábado, 7 de novembro de 2009

Talento à flor da pele...


Não há muito o que escrever sobre o vídeo postado.

Digamos que é uma mistura de talento, criatividade, dinamismo e bom humor. Simplesmente fantástico!

Se Ray Charles ainda estivesse entre nós, com certeza estaria orgulhoso.

Silvia Elena


video

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Sentir medo...


Por Silvia Elena

Quem já não sentiu ou sente medo em determinadas situações? Seja em um momento de decisão, na expectativa ou na necessidade da apresentação de resultados, no início ou fechamento de ciclos, enfim... O medo nos paralisa, nos faz sofrer precipitadamente por algo que nem sempre significa que vai acontecer.

O medo nos deixa acuados, rebeldes, agressivos e com o "desejo" de poder controlar tudo. O problema é que vivemos em uma sociedade que não está preparada para enfrentar medos ou críticas. Na realidade, nosso cotidiano tem nos ensinado a ter cada vez mais medo.

Vivemos em um mundo tão loucamente competitivo e cruel, que as pessoas estão se distanciando cada vez mais. Acredito que estamos passando por um processo de busca... Estamos em busca da direção e da sintonia com o nosso próprio eu.

Incrível como o medo nos entorpece! Não estou afirmando que ele entorpece a todos... Para alguns ele é a fonte do "seguir em frente". Mas será que somente seguir em frente é suficiente?

O fato é que nós esquecemos de lembrar que, "o medo de perder algo já sugere, por si, a perda deste algo".

Então, façamos com que a força da coragem permaneça em nossas vidas para que a oportunidade de crescimento esteja sempre presente.

Que assim seja!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Saibamos que...


“Saibamos que a nossa imprudência
por vezes nos é útil,
quando nos falham os nossos planos mais perfeitos.
E isso devia ensinar-nos que há uma divindade
que dá forma aos nossos destinos,
sejam quais forem os nossos planos.”

(William Shakespeare - Hamlet)


Um pouco sobre Shakespeare:

William Shakespeare (1564-1616), o mais famoso dramaturgo e poeta inglês de todos os tempos, compôs suas peças durante o reinado de Elizabeth I (1558-1603) e de James I, que a sucedeu.

Em 1582, aos 18 anos de idade, casou-se com Anne Hathaway, uma mulher de 26 anos, que estava grávida. Há fontes que dizem que Shakespeare queria ter uma vida mais favorável ao lado de uma esposa rica.

O casal teve uma filha, Susanna, e dois anos depois, os gêmeos Hamnet e Judith. Por volta do ano de 1588, mudou-se para Londres e, em 1592, já fazia sucesso como ator e dramaturgo. Mas, eram suas poesias — e não suas peças — que eram aclamadas pelo público.

Shakespeare morreu em 23 de abril de 1616, no mesmo mês e dia tradicionalmente atribuídos como sendo de seu nascimento.

Embora o mundo o conheça como William Shakespeare, na época de Elizabeth I de Inglaterra a ortografia não era fixa e absoluta, então foram encontrados documentos com os nomes Shakspere, Shaksper e Shake-speare.


Fontes:
http://www.releituras.com/wshakespeare_menu.asp
http://pt.wikipedia.org/wiki/William_Shakespeare

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Sonhar...


"... Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena
acreditar no sonho que se tem
ou que seus planos nunca vão dar certo
ou que você nunca vai ser alguém..."

(Renato Russo - Mais uma vez)

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Nada é...


Nada é permanente nesse mundo cruel.
Nem mesmo os nossos problemas.
(Charles Chaplin)


*Charles Spencer Chaplin (Londres, 16/04/1889 – Corsier-sur-Vevey (Suíça), 25/12/1977), foi um ator, diretor, dançarino, roteirista e músico britânico. Chaplin foi um dos atores mais famosos do período conhecido como Era de Ouro do cinema estadunidense.

Considerado uma das personalidades mais criativas que atravessou a era do cinema mudo - atuou, dirigiu, escreveu, produziu e financiou seus próprios filmes.

Foi também um talentoso jogador de xadrez e chegou a enfrentar o campeão estadunidense Samuel Reshevsky.


Fonte:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Charlie_Chaplin

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Pensamentos...


"Tenha cuidado com o que você pensa,
pois a sua vida é dirigida
pelos seus pensamentos."

(Provérbios 4:23)

domingo, 1 de novembro de 2009

Madana Mohana Murari...


Por Silvia Elena

Hoje logo pela manhã, me lembrei de uma música que há muito tempo não cantava.

Na realidade trata-se de um mantra que fez sucesso no ano de 1992, cantado por Tomaz Lima (Homem de Bem), ao fazer parte da trilha sonora da novela “Pedra sobre Pedra”.

Seu significado é muito lindo... Portanto, resolvi compartilhar:

Madana Mohana Murari
Madana Mohana Murari
Hariboll, Hariboll, Hariboll


Tradução:
"És o único dono do meu coração.
Entoemos os cantos sagrados do Senhor."