quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Desejos para 2011...


Este ano quero paz
No meu coração
Quem quiser ter um amigo
Que me dê a mão...

O tempo passa e com ele
Caminhamos todos juntos
Sem parar
Nossos passos pelo chão
Vão ficar...

Marcas do que se foi
Sonhos que vamos ter
Como todo dia nasce
Novo em cada amanhecer...


(Música: Marcas do Que se Foi / Composição: Roberto Pera e Flecha / Intérprete: Os Incríveis)



Que 2011 seja um ano mágico de realizações para todos e que a força do amor de Deus esteja sempre presente em nossas vidas.

Que nós possamos ver o mundo com os olhos cheios de amor, além de sermos mansos, pacientes e compreensivos. Que nós possamos ver além das aparências e o bem em cada um.

Que só de benção possa se encher o nosso espírito... e nos momentos difíceis que insistem em atravessar nossas vidas, lembrem-se: "
Alegrai-vos na esperença e sede pacientes na tribulação" - Romanos 12:12.

Fiquem com Deus e um super abraço!

Silvia Elena

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Reflexo...


"A bondade é um reflexo da nossa intimidade com Deus."

(Desconheço o autor)

domingo, 26 de dezembro de 2010

A cada dia. A cada minuto. A cada segundo, nosso planeta está mudando...


O aquecimento global e outras mudanças climáticas decorrentes das emissões de gases do efeito estufa, possivelmente serão as questões mais difíceis que a humanidade terá de enfrentar nas próximas décadas.

O vídeo que acompanha esta postagem, deixa claro de que o aquecimento global já é uma realidade da qual não se pode escapar.

É preciso que o "bicho homem" caia na real!!!

Silvia Elena


video

domingo, 19 de dezembro de 2010

Amanhecer...


Quero nascer de novo em cada dia que nasce.

Quero ser outra vez novo, puro, cristalino.

Quero lavar-me, cada manhã, do homem velho, da poeira velha,
das palavras gastas, dos gestos rituais.

Quero reviver a primeira manhã da criação, o primeiro abrir dos olhos para a vida.

Quero que cada manhã, a alma desabroche do sono como a rosa do botão, e surja, como a aurora do oceano, ao sorriso dos teus lábios, ao gesto de tua mão.

Quero me engrinaldar para a festa renovada com que cada dia nos convidas e desdobrar as asas como a águia em demanda do sol.

Quero crer, a cada nova aurora, que esta é a definitiva, a do encontro com a felicidade, a da permanência assegurada, a de teu sim definitivo.

"O bem que praticares em algum lugar é teu advogado em toda parte."

(Francisco Cândido Xavier)



Francisco Cândido Xavier (Pedro Leopoldo, 2 de abril de 1910 — Uberaba, 30 de junho de 2002), nascido como Francisco de Paula Cândido Xavier e mais conhecido popularmente por Chico Xavier, notabilizou-se como médium e divulgador do Espiritismo no Brasil.

O seu nome de batismo Francisco de Paula Cândido, em homenagem ao santo do dia de seu nascimento, foi substituído pelo nome paterno de Francisco Cândido Xavier logo que psicografou os primeiros livros, mudança oficializada em abril de 1966, quando chegou da sua segunda viagem aos Estados Unidos.


Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Chico_Xavier
http://www.culturalivre.net/2007/09/02/amanhecer-chico-xavier/

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

A aurora boreal cada vez mais intensa...

Aurora boreal cada vez mais luminosa

Registros da aurora boreal na Islândia

Céu multicolorido

Desenhando no céu

Energia na atmosfera



Paisagem em Kleifarvatn, em outubro de 2010.

Lago reflete luzes laranjas e verdes. Lago em Ingvellir, em abril de 2010.

Ondas no céu - Lago em Jkulsrln, em abril de 2010.

Farol ao longe - O ciclo solar leva em média 11 anos entre um máximo solar e o outro.


O fenômeno é causado pelos ventos solares que carregam um fluxo contínuo de partículas elétricas liberadas pelas explosões que ocorrem na superfície do Sol. Quando estas partículas atingem os campos magnéticos da Terra algumas ficam retidas provocando a luminosidade intensa pela liberação de energia ocorrida com a colisão destas partículas com as moléculas e átomos presentes na atmosfera.

O fotógrafo islandês Orvar Thorgiersson, 35, está registrando a evolução do fenômeno. "Agora há dias em que as luzes são tão claras que você pode ler um livro à noite. Elas são mais claras que a lua", diz.

O evento será causado pelo máximo solar, período em que o campo magnético no Equador do sol roda num ritmo ligeiramente superior ao dos seus pólos.

O ciclo solar leva em média 11 anos entre um máximo solar e o outro.

O último máximo solar ocorreu em 2000. Segundo a Nasa, o próximo, que ocorrerá em 2012, deve ser o maior desde 1958, quando a aurora boreal surpreendeu os habitantes do México com três ocorrências.

Em 2012, espera-se que as luzes da aurora possam ser vistas até a latitude de Roma. No entanto, caso seja de fato tão intenso, o fenômeno poderá causar problemas a telefones celulares e sistemas de GPS pela liberação de energia num grau mais elevado.



Fonte:
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2010/12/101213_galeria_aurora_jf.shtml

sábado, 11 de dezembro de 2010

Paciência...


"Aprimorar a paciência requer alguém que nos faça mal
e nos permita praticar a tolerância."

(Dalai Lama)

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

O amor não é um aprendizado...


"[...] O amor não é um aprendizado, mas um crescimento. O que você precisa fazer não é aprender maneiras de amar, mas desaprender maneiras de "desamar".

Os obstáculos precisam ser resolvidos, as pedras têm que ser retiradas do caminho, para que ele possa fluir.

Ele já existe — escondido atrás de muitas pedras, mas a sua nascente já existe. Ele é o seu próprio ser.


(Osho, em "A Essência do Amor: Como Amar Com Consciência e Se Relacionar Sem Medo")

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Sua vida...


Quando sua vida começa, você tem apenas uma mala pequenina de mão...

A medida em que os anos passam, a bagagem vai aumentando porque existem muitas coisas que você recolhe pelo caminho, por pensar que são importantes.

Em um determinado ponto do caminho começa a ficar insuportável carregar tantas coisas, pesam demais. Então você pode escolher: ficar sentado à beira do caminho, esperando que alguém o ajude - o que é difícil, pois todos que passarem por ali já terão sua própria bagagem; ou você pode aliviar o peso, esvaziando a mala.

Mas, o que tirar ? Você começa tirando tudo para fora... vê o que tem dentro: Amor, Amizade... Nossa! Tem bastante coisa, mas o curioso é que não pesa nada...

Tem algo pesado... você faz força para tirar... É a Raiva - como ela pesa! Aí você começa a tirar, tirar e aparecem a Incompreensão, o Medo, o Pessimismo... Nesse momento, o Desânimo quase te puxa para dentro da mala... Mas você o puxa para fora com toda a força! No fundo da mala, aparece um Sorriso, que estava sufocado pela bagagem.... Pula para fora outro sorriso e mais outro, e aí sai a Felicidade...

Aí você coloca as mãos dentro da mala de novo tira pra fora um monte de Tristeza... Agora, você vai ter que procurar a Paciência, pois vai precisar bastante.... Procure então o restante: a Força, a Esperança, a Coragem, o Entusiasmo, o Equilíbrio, a Responsabilidade, a Tolerância e o bom e velho Humor. Tire a Preocupação também. Deixe de lado, depois você pensa o que fazer com ela...

Bem, sua bagagem está pronta para ser arrumada novamente. Mas, pense bem o que vai colocar dentro da mala de novo, hein?! Agora é com você. E não se esqueça de fazer essa arrumação mais vezes, pois o caminho é muito, muito longo, e sua bagagem, poderá pesar novamente.


(Texto: desconheço o autor)


segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Força & Gentileza...


“Nada é tão forte como a gentileza,
e nada é tão gentil como a verdadeira força.”

(Ralph W. Sockman)



*Ralph Washington Sockman (01/10/1889 - 29/08/1970) foi o pastor sênior da Igreja de Cristo (Metodista), em Nova Iorque (EUA).

Ele ganhou destaque considerável os EUA como o principal orador no semanário NBC programa de rádio, Rádio Nacional do púlpito, que arejou 1928-1962, e como escritor de vários livros best-seller sobre a vida cristã.

A revista Time relatou em 1946 que é Nacional Sockman programa Radio Pulpit recebeu 4.000 cartas por semana, fazendo dele "o número um pastor protestante de rádio os EUA, avaliado pelo volume de cartas de fãs".

Quinze anos depois, em 1961, a Time disse que foi Sockman "geralmente reconhecido como o melhor pregador protestante dos EUA".

Em 1950, ele também foi nomeado professor de teologia prática na Union Theological Seminary de Nova York.



Fonte:
http://en.wikipedia.org/wiki/Ralph_Washington_Sockman

sábado, 27 de novembro de 2010

Afrouxe & Relaxe...


"Afrouxe. Relaxe.
Com exceção de raros casos de vida ou morte,
nada é tão importante quanto parece a princípio."

(Desconheço o autor)

quinta-feira, 25 de novembro de 2010


"Conceda-se uma hora para esfriar,
antes de reagir a alguém que o provocou.
Se a coisa for mesmo séria,
conceda-se uma noite de reflexão."

Silvia Elena

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Quando começar alguma coisa...


"Quando for começar alguma coisa,
não se preocupe por não ter todo o dinheiro necessário.
Fundos limitados são um bem, e não um mal.
Não há nada que estimule mais a criatividade."

(Desconheço o autor)

domingo, 21 de novembro de 2010

Entrega à existência...


Sempre conto a história de dois pedaços de palha que estão se afogando em um rio caudaloso. Uma das palhas, que está disposta em diagonal na correnteza, está tentando conter o rio, está gritando que não deixará o rio continuar.

Apesar de as águas do rio continuarem rolando e a palha ser incapaz de controlá-las, ela continua gritando que o rio será contido: está se gabando de que, quer ela viva ou morra, o rio será contido.

Mas essa palha continua se afogando. O rio não ouve sua voz e não sabe que a palha está lutando contra ele. É uma palha muito pequena; o rio não sabe que ela existe, e ela não faz a menor diferença para ele.

Mas para a palha é uma questão de grande importância. É a maior dificuldade de sua vida. Ela está se afogando, mas continua lutando, ela chegará ao mesmo lugar que chegaria se não estivesse lutando.

No entanto, como está lutando, esse momento, esse período será de dor, de pesar, de conflito e ansiedade.

A palha perto dela se soltou. Ela não está indo contra o fluxo; está deitada reta, na direção em que o rio está correndo — e acredita que está ajudando o rio a correr.

O rio também não conhece a existência dessa palha. A palha pensa que, como está levando o rio para o mar, o rio vai chegar lá. E o rio desconhece essa ajuda.

Tudo isso não faz a menor diferença para o rio, mas para as duas palhas trata-se de um assunto de grande importância. Aquela que está guiando o fluxo do rio está sentindo uma imensa alegria; está dançando, repleta de prazer.

A palha que está lutando contra o rio está sofrendo muito. Sua dança não é uma dança: é um pesadelo. Nada mais é do que uma torção de seu corpo, ela está com problemas, está sendo derrotada; enquanto aquela que está indo com o rio está vencendo.

Um indivíduo é incapaz de fazer qualquer coisa exceto aquilo que seja a vontade do todo. Mas ele tem a liberdade de lutar, e lutando ele tem a liberdade de ficar ansioso.

Sartre disse algo importante: "O homem está condenado a ser livre". O homem está fadado, está condenado, está amaldiçoado a ser livre.

No entanto, o homem pode usar sua liberdade de duas maneiras. Pode usar sua liberdade contra a vontade da existência e criar um conflito. Nesse caso sua vida será de pesar, dor e angústia, e por fim ele será derrotado.

Outro indivíduo pode fazer de sua liberdade um objeto de entrega à existência — e sua vida será uma vida de alegria, uma vida de dança e canção. E qual será o resultado final? O final não será nada além de uma vitória para ele.

A palha que acredita que está ajudando o rio tem a probabilidade de ser vitoriosa. Ela não pode ser derrotada. A palha que tenta parar o rio certamente será derrotada. Ela não pode vencer.

Então é impossível conhecer a vontade da existência, mas certamente é possível transformar-se em um com a existência. E se esse for o caso, então a vontade de uma pessoa desaparecerá e apenas a vontade da existência permanecerá.

(Osho, em "Guerra e Paz Interior: Ensinamentos do Bhagavad Gita")



Fonte:
http://www.palavrasdeosho.com/2010/11/entrega-existencia.html

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

O amor tudo pode...


“Cada qual sabe amar a seu modo; o modo pouco importa;
o essencial é que saiba amar.”

(Machado de Assis)



Joaquim Maria Machado de Assis (21 de junho de 1839 — 29 de setembro de 1908) foi um escritor brasileiro, amplamente considerado como o maior nome da literatura nacional. Escreveu em praticamente todos os gêneros literários, sendo poeta, cronista, dramaturgo, contista, folhetinista, jornalista, e crítico literário. Testemunhou a mudança política no país quando a República substituiu o Império e foi um grande comentador e relator dos eventos político-sociais de sua época [...]

[...] Sua extensa obra constitui-se de 09 romances e peças teatrais, 200 contos, 05 coletâneas de poemas e sonetos, e mais de 600 crônicas. Machado de Assis é considerado o introdutor do Realismo no Brasil, com a publicação de Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881). Este romance é incluído ao lado de todas suas produções posteriores, Quincas Borba, Dom Casmurro, Esaú e Jacó e Memorial de Aires, ortodoxamente conhecidas como pertencentes a sua segunda fase, em que nota-se traços de pessimismo e ironia. Sua primeira frase literária é constituída de obras como Ressurreição, A Mão e a Luva, Helena e Iaiá Garcia, onde nota-se as características herdadas do Romantismo, ou "convencionalismo", como prefere a crítica mais moderna [...]


sábado, 13 de novembro de 2010

O grande espírito...


"Como o grande espírito está em toda a parte,
ouvindo tudo o que está na mente
e no coração de todos,
não é necessário falar com ele em voz alta."


( Black Elk, da tribo dos Teton Sioux )

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Liberdade...


O pássaro é livre na prisão do ar.
O espírito é livre na prisão do corpo.
Mas livre, bem livre, é mesmo estar morto.


(Carlos Drummond de Andrade in Liberdade)




*Carlos Drummond de Andrade (Itabira, 31/10/1902 — Rio de Janeiro, 17/08/1987) foi um poeta, contista e cronista brasileiro.

Nascido e criado na cidade mineira de Itabira, Carlos Drummond de Andrade levaria por toda a sua vida, como um de seus mais recorrentes temas, a saudade da infância. Precisou deixar para trás sua cidade natal ao partir para estudar em Friburgo e Belo Horizonte.

Formou-se em Farmácia, atendendo a insistência da família em graduar-se. Trabalha em Belo Horizonte como redator em jornais locais até mudar-se para o Rio de Janeiro, em 1934, para atuar como chefe de gabinete de Gustavo Capanema, então nomeado novo Ministro da Educação e Saúde Pública.


Fonte:
http://www.carlosdrummonddeandrade.com.br/index.php

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

É preciso aceitar os desafios...


A vida pode ser vivida como uma suave descida ou como uma árdua subida.

Se você está descendo a ladeira, ela é conveniente, confortável. Não é necessário de sua parte nenhum esforço, nenhum risco, nenhum desafio.

Mas também você não ganha nada - simplesmente vai à deriva, do nascimento até a morte. A vida permanece um grande vazio.

É preciso ser laborioso, é preciso aceitar os desafios que levam a pessoa a uma jornada para cima. Isso é difícil, é perigoso, mas desperta o que há de melhor em você.

Cria integridade, cria finalmente uma alma em você. Você precisa aplicar todas as energias à tarefa, só assim... É preciso arriscar tudo, só assim... Assim a vida desabrocha, floresce.

Ela se torna uma alegria, uma realização, uma satisfação, uma bênção.


(Osho, em "Meditações Para o Dia")



Fonte:
http://www.palavrasdeosho.com/2010/11/e-preciso-aceitar-os-desafios.html

domingo, 31 de outubro de 2010

Não adianta...

A música do vídeo é uma composição de Sérgio Sampaio, amigo e também parceiro de Raul Seixas.

Neste mesmo vídeo, Zeca Baleiro conta um pouco da história de como surgiu a ideia da letra da música.

Acho a letra desta música muito linda! Além disso, acredito que muitas vezes alguns acontecimentos fazem com que os nossos sentimentos fiquem confusos e de repente achamos de que nada adianta...

Abraços!

Silvia Elena


Não adianta
Composição: Sérgio Sampaio


Não adianta,
Não adianta nada ver a banda,
Tocando “A Banda” em frente da varanda,
Não adianta o mar,
E nem a sua dor.

Não adianta,
Não adianta o bonde, a esperança,
E nem voltar um dia a ser criança,
O sonho acabou,
E o que adiantou?

Não tenho pressa,
Mas tenho um preço,
E todos tem um preço,
E tenho um canto,
Um velho endereço,
O resto é com vocês,
O resto não tem vez.

O que importa,
É que já não me importa, o que importa,
É que ninguém bateu em minha porta,
É que ninguém morreu,
ninguém morreu por mim.

Não quero nada,
Não deixo nada, que não tenho nada,
Só tenho o que me falta e o que me basta,
No mais é ficar só,
Eu quero ficar só.

Não adianta,
Não adianta, que não adianta,
Não é preciso, que não é preciso,
Então pra que chorar?
Então pra que chorar?
Quem está no fogo, está pra se queimar,
Então pra que chorar?



video

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Serenidade, paciência e amor...


"A arte da serenidade me ajudará a pensar antes de reagir.
A paciência me dará o tempo para refletir
e o amor conduzirá minha ação à boa conclusão."

(Desconheço o autor)

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Juízos precipitados...


Há um ditado popular que diz: "Não se aborreça por não conseguir que os outros sejam como você quer que eles sejam, pois nem você mesmo consegue ser como você queria."

Portanto, antes de julgarmos alguém precipitadamente devemos parar, pensar, investigar e olhar para nós mesmos... Só assim poderemos avaliar nossas verdadeiras motivações e aprendermos a não julgarmos mal o próximo.

Além disso, mesmo que possamos achar que a crítica é justa, construtiva e que fazê-la por amor à pessoa possa ajudá-la, lembre-se de que algumas pessoas ainda são tolas, não aceitarão e ainda odiarão quem quer que seja por isso (Vide: Provérbios 9:8 e Mateus 7:6).


Silvia Elena

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Inspiração do dia...


Hoje foi um dia muito produtivo e mágico. Há tantas coisas acontecendo de repente... isso tudo é muito bom!

Toda inspiração vivida no dia de hoje, fez com que eu lembrasse de uma música.

Então, através da letra desta música/poesia de Vander Lee compartilharei um pouco de mim... Afinal, música é tudo!

Abraços!

Silvia Elena


Alma Nua
(Composição: Vander Lee)

Ó Pai
Não deixes que façam de mim
O que da pedra tu fizestes
E que a fria luz da razão
Não cale o azul da aura que me vestes
Dá-me leveza nas mãos
Faze de mim um nobre domador
Laçando acordes e versos
Dispersos no tempo
Pro templo do amor
Que se eu tiver que ficar nu
Hei de envolver-me em pura poesia
E dela farei minha casa, minha asa
Loucura de cada dia
Dá-me o silêncio da noite
Pra ouvir o sapo namorar a lua
Dá-me direito ao açoite
Ao ócio, ao cio
À vadiagem pela rua
Deixa-me perder a hora
Pra ter tempo de encontrar a rima
Ver o mundo de dentro pra fora
E a beleza que aflora de baixo pra cima
Ó meu Pai, dá-me o direito
De dizer coisas sem sentido
De não ter que ser perfeito
Pretérito, sujeito, artigo definido
De me apaixonar todo dia
De ser mais jovem que meu filho
E ir aprendendo com ele
A magia de nunca perder o brilho
Virar os dados do destino
De me contradizer, de não ter meta
Me reinventar, ser meu próprio Deus
Viver menino, morrer poeta

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Não se acostume...


Não se acostume com o que não o faz feliz,
revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças,
mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado,
comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor,
não se perca!
Se o achar, segure-o!

(Fernando Pessoa)



*Fernando António Nogueira Pessoa (Lisboa, 13/06/1888 — Lisboa, 30/11/1935), mais conhecido como Fernando Pessoa, foi um poeta e escritor português.

Além de poeta, Fernando Pessoa era astrólogo. Alguns dizem que era melhor astrólogo que poeta.


Fonte:
Fernando Pessoa OBRA POÉTICA: www.insite.com.br/art/pessoa/

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Boa sorte sempre...


"Que as portas ao qual batemos sejam sempre abertas...
E que elas possam revelar o inesperado e o maravilhoso."

Silvia Elena

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Dificuldades...


"No meio de toda dificuldade encontra-se a oportunidade."
(Albert Einstein)


"Dificuldades que te surpreendam são os testes aconselháveis
em que te cabe encontrar aproveitamento."
(Emmanuel)


"Com amor inquebrantável e propósito definido
toda dificuldade se vence e todo obstáculo se transpõe."
(Orison S. Marden)


"As dificuldades crescem à medida
que nos aproximamos do nosso objetivo."
(Goethe)

sábado, 9 de outubro de 2010

Maravilhas do mundo...


O Universo nos proporciona inúmeras formas de sentirmos a dádiva da vida e as maravilhas da natureza... Isto tudo é um presente magnífico!!!

O melhor de todos os presentes se encontra na simplicidade de determinadas sensações e acontecimentos...

Uma noite de chuva mansa, o barulho da água tamborilando na janela, o cheiro da grama, o sopro do vento suave movendo as folhas, caminhar sob a luz do sol, o silêncio, o céu, as nuvens e a invasão de outros diversos sentimentos e sensações em nossos corações e mente.

Então, que possamos hoje e sempre sentir e compartilhar as maravilhas do mundo!

Silvia Elena

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Ternura...


"A ternura vital é sinônimo de cuidado essencial [...]
[...] A ternura emerge do próprio ato de existir
no mundo com os outros.
Não existimos, "co"existimos, "con"vivemos e "co"mungamos
com as realidades mais imediatas.
Sentimos nossa ligação fundamental
como a totalidade do mundo."

(Leonardo Boff)




*Leonardo Boff, pseudônimo de Genézio Darci Boff (nascido na cidade de Concórdia - SC, em 14/12/1938), é um teólogo, filósofo, escritor e professor universitário, internacionalmente reconhecido em sua luta pelos excluídos do mundo e pela espiritualização ecológica do planeta. Um dos pais da Teologia da Libertação. Foi membro da Ordem dos Frades Menores, mais conhecidos como Franciscanos. É autor de mais de 60 livros nas áreas de Teologia, Ecologia, Espiritualidade, Filosofia, Antropologia e Mística. A maioria de sua obra está traduzida nos principais idiomas modernos.



Fonte:
Extraído do Livro: Saber cuidar: ética do humano - compaixão pela terra, Petrópolis (RJ), Editota Vozes, 1990.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Por fim...


"O porto seguro de qualquer motivo
para ansiedade está somente em Deus.
É Ele quem sabe e cuida de tudo e
todos os detalhes da minha vida."

Silvia Elena

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Reflexões...


"Como na água o rosto reflete o rosto,
assim o coração do homem ao homem."

(Provérbios 27:19)

domingo, 26 de setembro de 2010

As melhores fotos do meio ambiente em 2010...


ONG britânica escolhe Fotógrafo de Meio Ambiente de 2010

A edição de 2010 do prêmio Fotógrafo de Meio Ambiente do Ano da ONG britânica Instituto para a Gestão do Meio Ambiente e da Água (CIWEM, na sigla em inglês) premiou o alemão Florian Schulz pelo registro de um grande grupo de arraias na costa do México.

A competição aceita inscrições de amadores e profissionais contanto que seus trabalhos reflitam questões climáticas, sociais e a natureza.

Criado em 2008, o prêmio já é considerado uma referência internacional.

As fotos são julgadas em cinco quesitos: impacto, criatividade, originalidade, composição e qualidade técnica.

Os vencedores nas diversas categorias do concurso neste ano irão participar de uma mostra na galeria londrina The Air entre 25 e 30 de outubro.



Arraias na costa do México: Esta foto de arraias na costa do México foi escolhida a vencedora da edição 2010 do prêmio Fotógrafo de Meio Ambiente do Ano da ONG britânica CIWEM. Crédito: Florian Schulz/EPOTY.ORG/SPECIALISTSTOCK/BARCROFT MEDIA.


Onda quebra na Austrália: A imagem de uma onda quebrando em uma praia na Austrália, tirada por Julienne Bowser, foi uma das finalistas da categoria Natural World Group. Crédito: Julienne Bowser/EPOTY.ORG/SPECIALISTSTOCK/BARCROFT MEDIA.


Mosca bebendo água: A categoria Jovem Fotógrafo de Meio Ambiente do ano foi vencida por Radoslav Valkov, de 20 anos. Ele capturou a imagem de uma mosca bebendo água. Crédito: Radoslav Valkov/EPOTY.ORG/SPECIALISTSTOCK/BARCROFT MEDIA.


Encontro perigoso na natureza: A vencedora da categoria Mundo Natural foi Bence Mate, com esta foto na qual um beija-flor e uma cobra parecem se preparando para se enfrentar. Crédito: Bence Mate/EPOTY.ORG/SPECIALISTSTOCK/BARCROFT MEDIA.


Foca faz pose submarina: A foto de uma foca, feita a dois metros de profundidade na Estônia, foi uma da finalistas da categoria Submarina. O fotógrafo é Kaido Haagen. Crédito: Kaido Haagen/EPOTY.ORG/SPECIALISTSTOCK/BARCROFT MEDIA.


'Lar, Doce Lar' de caranguejo: Alex Marttunen foi finalista da categoria Sub-16. Intitulada 'Lar, Doce Lar', a foto mostra um caranguejo usando o gargalo de uma garrafa em vez de uma concha. Crédito: Alex Marttunen/EPOTY.ORG/SPECIALISTSTOCK/BARCROFT MEDIA.


Carros viram pilhas de lixo: A foto de Peter Swan 'Cemitério de Carros' foi finalista na categoria Visão do Mundo Ocidental. A imagem de automóveis esmagados e empilhados na Escócia. Crédito: Peter Swan/EPOTY.ORG/SPECIALISTSTOCK/BARCROFT MEDIA.


Exploração infantil: A fotografia acima venceu a categoria Qualidade de Vida. Na imagem, a garota Nodi, de 15 anos, trabalha em um bordel para onde foi vendida por sua madrasta. Crédito: G.M.B.Akash/EPOTY.ORG/SPECIALISTSTOCK/BARCROFT MEDIA.



Fonte:
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2010/09/100924_galeria_ciwen_rc.shtml